jul 29 2021

Carrefour já rastreia gado desde o nascimento


Maior comprador de carne bovina do Brasil, o Carrefour colocará à venda nesta quinta-feira os primeiros lotes da proteína rastreada desde o nascimento do bezerro. O produto faz parte da linha Sabor & Qualidade, fruto de uma parceria da varejista com a Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH).

O projeto começou efetivamente no segundo semestre de 2018. Naquele momento, Carrefour e IDH selecionaram 450 produtores de bezerro de Mato Grosso com propriedades de, no máximo, 300 hectares. A carne que começa a ser vendida agora é a dos animais que nasceram no início do projeto, que já recebeu € 3,5 milhões em investimentos.

ADVERTISING

Nessa primeira etapa de comercialização, os itens da linha Sabor & Qualidade estarão disponíveis na loja da rede no Shopping Interlagos, na zona sul de São Paulo. Os produtos têm QR Codes em suas embalagens que informam o nome e geolocalização da fazenda que originou o bezerro e sua Guia de Trânsito Animal (GTA), que mostra o caminho do animal até o abate.

Cerca de 6 mil bovinos já foram abatidos no âmbito da iniciativa. “Começamos com algo de nicho para depois criar escala”, disse Lucio Vicente, diretor de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Grupo Carrefour Brasil, ao Valor.

Segundo ele, a varejista pretende atender às necessidades de um consumidor cada vez mais preocupado com a origem de seu alimento. “Fizemos questão de que esse produto entrasse em uma linha de marca da empresa focada em qualidade”, afirma.

De acordo com a diretora executiva do IDH Brasil, Daniela Mariuzzo, o projeto deu prioridade a pequenos criadores para incluir esses produtores nas discussões sobre sustentabilidade e ajudá-los na regularização da produção.

Com a iniciativa, Carrefour e IDH oferecerão capacitação e treinamento especializado. Os pecuaristas participantes recebem assistência técnica para assuntos agronômicos, ambientais e fundiários. Os envolvidos no projeto frisam que, apesar de a carne vendida neste momento ter sido abatida em parceria com a Marfrig, os pecuaristas são livres para escolher a quais frigoríficos venderão o gado.

O Carrefour e o IDH Brasil já estão elaborando o próximo passo da iniciativa, que consistirá em um protocolo nacional com procedimentos e processos que garantam as boas práticas socioambientais desde o nascimento do bezerro.

No Brasil, o Carrefour integra diferentes iniciativas voltadas à sustentabilidade da carne. Desde 2007, a empresa faz parte Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), que reúne diversos setores da cadeia da carne. Três anos depois, o grupo assumiu o compromisso global pelo desmatamento zero para soja, carne, óleo de palma e madeira, suas principais cadeias de abastecimento.

Em 2017, a varejista passou a fazer parte também do Grupo de Trabalho dos Fornecedores Indiretos (GTFI). Nele, integrantes da cadeia discutem ações de rastreabilidade, monitoramento e transparência da pecuária no país.

Valor Econômico