fev 3 2021

Carne: consumidor vai aceitar preços mais altos?


A dificuldade dos repasses das indústrias para os distribuidores barra movimentações mais bruscas nos preços. Pois, no varejo, são relatadas poucas vendas de carne bovina, com o consumidor
destinando sua preferência para a proteínas mais baratas, como é o caso dos ovos, frango e suínos.

Entretanto, ainda houve um acréscimo de 2,17% na comparação semanal, com os preços se estabelecendo na casa dos R$ 18,80/kg à vista. A primeira semana do mês, que tende a melhorar o fluxo de saída, tem deixado um gostinho amargo e um “quê” de dúvida quanto aos próximos dias. Com informações do Canal Rural.

Pecuária.com.br