fev 1 2021

Rodrigo Pacheco é eleito presidente do Senado


Rodrigo Pacheco (DEM-MG) foi eleito por 57 votos a 21 o novo presidente do Senado, sucedendo a Davi Alcolumbre (DEM-AP). A eleição foi realizada nesta segunda-feira (1/2), em votação secreta e presencial, no Senado Federal. Pacheco presidirá o Senado e o Congresso Nacional pelos próximos dois anos.

Integrante da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) ele derrotou na eleição a senadora Simone Tebet (DEM-MS). Pacheco conquistou o cargo com um amplo leque de alianças, que incluíram partidos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e da oposição, como o PT.

Outros três candidatos, Jorge Kajuru (Cidadania-GO), Lasier Martins (Podemos-RS) e Major Olímpio (PSL-SP) retiraram suas candidaturas e declararam apoio à candidatura de Simone Tebet. Em seu primeiro discurso depois de eleito, Pacheco falou em união das instituições e pacificação, com independência harmônica entre os poderes da República.

“Não existem mais candidaturas, não existem mais divisões”, disse, em seu primeiro discurso depois de eleito. “Urge livrar o Brasil dessa avassaladora e trágica pandemia”, acrescentou.

Ele defendeu a apreciação das reformas necessárias para o desenvolvimento do país e da elaboração do que chamou de “soluções modernizadoras” para diversos setores da economia. Mencionou ainda a necessidade de avançar na pauta relacionada à saúde, a segurança pública, participação das mulheres e democratização do acesso à Justiça.

Globo Rural