jan 18 2021

São Paulo puxou as exportações de carne bovina em 2020, mas Mato Grosso ameaça essa liderança


Recorde em 2020, a exportação brasileira de carne bovina foi novamente puxada por São Paulo, mas Mato Grosso, que abriga o maior rebanho do país, já ameaça essa liderança.

Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pela Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), os embarques paulistas somaram 439,9 mil toneladas, ou 21,8% do total (2,016 milhões de toneladas), enquanto os mato-grossenses alcançaram 407,7 mil toneladas, ou 20,2%.

Em 2000, lembra a entidade, São Paulo respondeu por 65% do volume exportado, e a fatia de Mato Grosso foi de apenas 5%. De lá para cá, contudo, houve um forte aumento da capacidade de abate e processamento de frigoríficos no Estado do Centro-Oeste.

Em 2020, conforme a Abrafrigo, Goiás ficou em terceiro lugar entre os maiores exportadores de carne bovina do Brasil, com 282,6 mil toneladas (14% do total), seguido por Minas Gerais (190 mil toneladas, ou 9,4%), Mato Grosso do Sul (189,9 mil toneladas, ou 9,4%), Rondônia (187,7 mil toneladas, ou 9,3%) e Pará (106,3 mil toneladas, ou 5,3%).

Valor Econômico