nov 11 2020

Mapa avalia, mas ainda não decidiu sobre suspensão da importação de lácteos


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) avalia a reivindicação de suspensão temporária das importações de produtos lácteos, feita pela Abraleite e reforçada por outras entidades. No entanto, até a noite desta quarta-feira 11, não decidiu nada sobre o assunto. “O pedido ainda está sendo analisado pelas áreas técnicas do Mapa”, informou a assessoria de comunicação do ministério.

Na semana passada, a Abraleite pediu ao governo federal a suspensão temporária das importações de produtos lácteos. Segundo a associação, as expressivas compras de produtos lácteos de outros países, nos últimos meses, ameaçam provocar um grave desequilíbrio na cadeia produtiva de leite do Brasil.

Em nota, a Abraleite alerta que está sendo criada uma “tempestade perfeita para um desmonte sem precedentes na pecuária de leite, com oferta artificial excessiva de leite importado, queda de renda do consumidor com a redução do corona voucher, aumento de impostos e insumos nas alturas”.

De acordo com a Abraleite, “o momento é extremamente delicado, com aumento generalizado de custos dos principais insumos utilizados, especialmente os alimentos concentrados, em um mercado inteiramente doméstico, que não conta com o hedge natural das cadeias exportadoras de proteína animal”.

Além da Abraleite, a OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), a Fecoagro Leite Minas e a Fetag/RS também pediram ao governo providências em relação à importação de produtos lácteos.

Fonte: Agro em Dia