out 30 2020

CNA reunirá representantes de Austrália e Nova Zelândia para discutir rastreabilidade bovina


No próximo dia 4 de novembro, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) reunirá especialistas da Austrália, Nova Zelândia e Brasil para discutir e trocar experiências sobre os sistemas de rastreabilidade bovina dos três países.

Austrália e Nova Zelândia são referências internacionais no assunto. Dessa forma, a intenção é conhecer as vantagens, os benefícios, os custos e as dificuldades de implantação de cada sistema para o produtor rural.

O evento será online e o tema será abordado a partir do funcionamento dos principais modelos de cada país e dos prováveis impactos da pandemia para as novas gerações de sistemas de rastreabilidade.

Queremos entender como funcionam os projetos de rastreabilidade nesses países, já que são modelos em que a rastreabilidade individual é obrigatória por lei, diferente do que ocorre no Brasil, em que nosso sistema é baseado na rastreabilidade de rebanho”, explicou Ricardo Nissen, assessor técnico de Pecuária de Corte da CNA.

O encontro será transmitido nas redes sociais do Sistema CNA, e Nissen será o moderador do debate, que contará com a presença do Conselheiro de Agricultura da Austrália para a América do Sul, Ian Mortimer, e da gerente de Agronegócio da New Zealand Trade & Enterprise, Nádia Alcântara.

“Esse é um tema de interesse comum. Por isso, queremos discutir os desafios e oportunidades para o produtor rural”, ressaltou Ricardo Nissen.

Fonte: Noticias Agricolas