nov 5 2019

Leite: preço pago ao produtor em outubro caiu 0,6%, diz Scot Consultoria


O mercado do leite registrou quedas ao produtor no pagamento realizado em outubro, referente a produção de setembro, depois do cenário mais firme no mês anterior. Considerando a média nacional dos dezoito estados pesquisados pela Scot Consultoria, o recuo foi de 0,6% e o produtor recebeu, em média, R$1,19 por litro, sem o frete, considerando o leite padrão.

O preço médio com bonificações por qualidade ficou em R$1,56 por litro, queda de 0,8%, em relação ao pagamento anterior. A pressão de baixa no mercado interno com a oferta de leite maior nos últimos meses, entretanto, as quedas verificadas nos preços pagos aos produtores têm sido mais amenas, frente à média histórica para o período.

Isto porque, os incrementos na produção têm sido menores, devido aos atraso na chuvas que afetaram a retomada do capim e também em função dos cortes na alimentação por parte de alguns produtores, com as quedas no preço do leite, que afetam a produção e mantém certa concorrência entre as indústrias.

Segundo o Índice de Captação da Scot Consultoria, em setembro o volume captado, na média nacional, aumentou 0,7% e os dados parciais de outubro apontam para incremento de 1,5% na comparação mensal. Para uma comparação, em outubro de 2018, a produção nacional cresceu 3,9%, segundo o indicador.

Para o pagamento a ser realizado em novembro de 2019, que remunera a produção entregue em outubro, 67% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria acreditam em manutenção das cotações, 23% falam em queda e os 10% restantes estimam alta, todos na região Nordeste.

Canal Rural