set 27 2019

Leite/Cepea: preço ao produtor reage e sobe 1,94% em setembro


O levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) mostra que o preço do leite em setembro, referente à captação realizada em agosto, foi de R$ 1,3728/litro na “Média Brasil”. A alta foi de 1,94% (ou de 3 centavos) frente à do mês anterior e de 9,5% em relação à de setembro/18, em termos reais (deflação pelo IPCA de agosto/19).

As pesquisadoras Natália Grigol e Juliana Santos observam que os preços reagiram após acumular uma queda de 12,1% em julho e agosto. Elas explicam que este movimento atípico de mercado esteve atrelado à oferta limitada de leite no campo. A captação de agosto não se elevou conforme o esperado por agentes do setor houve maior disputa entre empresas por matéria-prima.

Elas observam que no Sudeste e Centro-Oeste, o período seco prejudica a disponibilidade de pastagens, limitando a produção. Já na região Sul as condições favoráveis de produção elevaram a captação de agosto em 10,9% no Rio Grande do Sul, em 11% em Santa Catarina e em 7,5% no Paraná.

Com isso, dizem as pesquisadoras, o ICAP-L (Índice de captação de leite nacional) apresentou alta de 7,7% de julho para agosto/19. “Apesar do aumento da captação, o volume de leite não tem sido suficiente para abastecer o mercado doméstico e, consequentemente, laticínios concorrem pela matéria-prima, visando reduzir a ociosidade.”

O levantamento constatou que a menor oferta no campo também elevou as cotações dos derivados lácteos. No mercado atacadista de São Paulo, o preço médio do leite longa vida em agosto, de R$ 2,53/litro, ficou 7,3% acima do verificado em julho/19. “Entretanto, o cenário para setembro mudou e a média mensal deste mês (até o dia 26) caiu 2%, para R$ 2,48/litro.”

Revista Globo Rural