set 5 2019

Tereza Cristina diz que não é correto ligar queimadas ao agronegócio


A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, saiu em defesa do agronegócio brasileiro nesta quinta-feira. "Não é correto associar o que lá ocorre (na Amazônia) com a produção de alimentos", disse a investidores, no evento "Latin American Cities Conference", do "Council of the Americas", referindo-se às queimadas na região.

Ela destacou que 25 milhões de brasileiros vivem na região, que "precisam de dignidade e renda". De acordo com a ministra, o extrativismo na Amazônia gerou R$ 4,34 bilhões em 2018. Teresa ainda defendeu maior aproximação com os Estados Unidos. "É um aliado importante neste momento que a mídia internacional voltou sua atenção para a Amazônia", afirmou.

A exportação anual de produtos agrícolas do Brasil para os Estados Unidos está na casa dos US$ 5 bilhões, "um valor muito baixo". Essa relação "pode ser muito maior", segundo ela. "Nosso propósito é ampliar exportações e diversificar a pauta", disse. "Somos (os dois países) grandes fornecedores de alimentos do mundo."

Por fim, a ministra relatou que tem sido recebida de forma "calorosa em visitas a parceiros estratégicos."

Estado de S Paulo