ago 30 2019

Preço da carne bovina bate recorde na China


Refletindo a forte demanda por carne bovina, os preços do produto no mercado varejista da China permanecem altos neste verão de 2019, tradicionalmente uma época de baixa temporada para o consumo desta proteína no país asiático, informa boletim divulgado pelo Rabobank.

“Os preços da carne bovina no varejo chinês atingiram valor recorde”, afirma o banco, acrescentando: “Esse desempenho é notável, pois toda a economia da China continua em menor ritmo de crescimento (o PIB desacelerou para 6,3% no primeiro semestre de 2019, a menor taxa de crescimento trimestral desde 1992)”.

O banco cita alguns fatores que contribuíram para o fortalecimento dos preços no mercado da China. “Os consumidores estão substituindo a carne de porco por outras proteínas, devido aos surtos da peste suína africana, que fizeram os preços do porco aumentar e, ao mesmo tempo, a demanda diminuir (também devido aos riscos de segurança alimentar)”, diz o estudo.

A oferta de carne chinesa é limitada. “Prevê-se que a produção local de carne bovina seja estável, pois as condições sazonais retornam à normalidade, mas os novos investimentos ainda são limitados”, relata o banco.

Além disso, continua o Rabobank, as importações de carne bovina por meio do chamado “canal cinzento” (via Hong Kong, principalmente, de maneira não-oficial) vêm diminuindo desde 2018, devido ao fortalecimento da inspeção ao longo da fronteira.

“Esperamos que esses fatores permaneçam inalterados nos próximos meses e, portanto, os preços da carne bovina no mercado chinês continuarão firmes”, prevê.

No entanto, pondera o Rabobank, os preços da carne bovina já estão muito altos para os padrões da maioria dos consumidores chineses. Com isso, o potencial para novos aumentos é limitado, observa.

Portal DBO