ago 27 2019

Expointer: Vitrine da Carne é atração com quatro sessões diárias


São quatro sessões diárias abertas ao público, duas com raças bovinas, uma de ovinos e outra de suínos. Ao final de cada apresentação, os visitantes que lotam as arquibancadas do espaço têm direito à degustação de cortes de carne gourmet preparados ao vivo por um chef.

José Antônio Simões Pires, técnico do Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e coordenador da Vitrine, diz que o objetivo das demonstrações é divulgar e promover a qualidade da carne gaúcha, visando acessar mercados que remuneram melhor a proteína. Segundo ele, a cada ano, mais de 6 mil pessoas acompanham a atração.

“Os animais são criados a campo no bioma pampa. São marcas comuns às raças o melhoramento genético, a preocupação com o bem-estar animal e a sustentabilidade ambiental da produção.” As carcaças são cedidas por associações dos criadores gaúchos.

A reportagem da Globo Rural acompanhou a desossa da carcaça de um angus de 20 meses castrado, criado a pasto em Bagé, no sul do Estado. Armado com três facas e um microfone, Marcelo Conceição, mais conhecido como Bolinha, é quem dá o show no açougue da Vitrine. “Quando tem gordura tem churrasco”, ensina, destacando a maciez da carne de angus, o marmoreio e a certificação.

A raça britânica é uma das que mais cresce no Estado, segundo Gabriel Beltrão, da Associação Brasileira de Criadores de Angus, mas já está presente em vários outros Estados no cruzamento industrial com a raça nelore. Os cortes premium abastecem mercados de São Paulo, Rio e Brasília e também são exportados para Europa e Emirados Árabes Unidos.

Globo Rural