jul 12 2019

Sanidade agropecuária em debate no Instituto Biológico


A 17ª edição do Congresso de Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais será realizada no Instituto Biológico de São Paulo (av. Conselheiro Rodrigues Alves, 125, tel. 5087-1722) de 10 a 12 de setembro.

Entre os temas a serem abordados estão a sanidade animal e vegetal, a proteção ambiental, pragas urbanas, história da ciência, recursos humanos e gestão de qualidade nos laboratórios de pesquisa das instituições públicas.

Também serão tema de discussão a nanotecnologia na agricultura, tendências da agricultura digital, internet das coisas (“internet of things”) e melhoramento genético animal e vegetal.

O Instituto Biológico foi criado em 1927 para estudar e divulgar conhecimentos na área agropecuária. Quando o cientista brasileiro Henrique da Rocha Lima (descobridor da causa do tifo, na Alemanha, durante curso de pós-graduação) retornou ao Brasil, assumiu em 1933 a direção da instituição.

Em sua gestão, o Instituto Biológico transformou-se em importante centro de formação de cientistas. Vários de seus estagiários se destacaram na área das ciências, como Otto Bier e José Reis, quando ainda estudantes de medicina, no Rio.

Otto Bier assumiu a cátedra de microbiologia da Escola Paulista de Medicina/Unifesp e publicou o livro "Bacteriologia e Imunologia", adotado nas principais escolas médicas da América do Sul.

O Instituto Biológico editou o "Tratado de Doenças das Aves", de José Reis e Paulo Nóbrega, de repercussão internacional.

José Reis criou na instituição a área da divulgação científica e escreveu na Folha por longos anos. Considerado um pioneiro nesta área, o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) criou o Prêmio José Reis de Divulgação Científica em sua homenagem.

Também fez parte do Instituto Biológico a famosa aviadora paulista Ada Rogato, que participou da introdução pioneira na técnica de pulverização aérea para o controle das parasitoses da lavoura em nosso meio.

Julio Abramczyk
Médico, vencedor dos prêmios Esso (Informação Científica) e J. Reis de Divulgação Científica (CNPq).

Folha de S. Paulo