jun 26 2019

Megaleite 2019 termina com faturamento de R$30 milhões e premiação dos melhores do Ranking 2018/2019


Maior estado produtor de leite do Brasil, Minas Gerais recebeu nos últimos dias milhares de visitantes de várias regiões e de outros países interessados em conhecer as novidades da pecuária leiteira. A 16ª edição da Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite (Megaleite 2019), realizada de 19 a 22 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte/MG, terminou com uma movimentação financeira estimada de R$ 30 milhões (R$5 milhões acima da edição anterior) e a participação de mais de 80 empresas expositoras.

Desse montante, R$4 milhões foram provenientes das vendas ocorridas em seis leilões e um shopping de animais. O Shopping Virtual RC Genética vendeu ao longo da feira exemplares das raças Girolando e Gir Leiteiro, faturando R$258.000,00. A agenda de leilões foi aberta pelo “O Fabuloso Gir Leiteiro e o Magnífico Girolando Meio Sangue”, no dia 19 de junho, que vendeu 28 lotes por R$645.450. No dia 20, o leilão 2° Núcleo das Gerais teve faturamento de R$352.800 com a venda de 27 lotes. Já o “7° Divas do Girolando”, ocorrido no mesmo dia, movimentou R$337.800 com a comercialização de 25 lotes. Fechando o dia 20 de junho, o “Leilão Gir Leiteiro Fazenda Brasília” leiloou 31 lotes pela soma de R$888.600,00. No dia 21 de junho, dois leilões encerraram a agenda de remates da Megaleite. O “Girolando Elo de Minas” teve R$646.900 em faturamento, com 42 lotes vendidos. Já o “Orgulho de Minas Reserva Especial 2B” movimentou R$ 907.500 para 34 lotes vendidos.

Outro evento que terminou com bom resultado financeiro foi o “1° Dia de Bons Negócios”, ocorrido no dia 20 de junho. As 12 empresas Parceiras Premium e Master da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando fizeram um dia inteiro de promoções para os participantes da Megaleite. A ação terminou com negócios estimados em mais de R$1,5 milhão.

De acordo com o presidente da Girolando Luiz Carlos Rodrigues, os números reafirmam a Megaleite como a maior exposição de pecuária leiteira da América Latina. “A grande qualidade genética dos animais e as inúmeras tecnologias disponíveis têm atraído a cada ano mais e mais produtores do Brasil e de outros países para a Megaleite. Continuamos sendo referência mundial em genética bovina de Girolando graças ao criterioso trabalho de seleção dos criadores e essa qualidade da nossa pecuária leiteira pôde ser constatada nos animais expostos na Megaleite”, disse Rodrigues.

Inovações e palestras atraem o público- As tecnologias desenvolvidas para a pecuária leiteira assim como os cerca de 1800 animais expostos na Megaleite, além de diversas outras atrações, chamaram atenção do público. Este ano, a feira recebeu 67 mil visitantes, vindos inclusive de países como Belize (nação que pela primeira vez participou da Megaleite), Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Índia, México e Panamá.

A mini fazenda da Megaleite, que contou com mini animais de várias espécies, atraiu milhares de crianças e adultos. Cerca de quatro mil estudantes de escolas de Belo Horizonte, além de outras crianças levadas pelos pais, participaram da visita guiada pela feira, sob o comando dos monitores da empresa AgroTour, e receberam informações sobre o agronegócio.

A feira ainda contou com uma série de palestras técnicas, audiência pública sobre as Instruções Normativas 76 e 77 (que preveem critérios para os processos envolvendo a produção do leite), lançamento do Sumário de Touros e Sumário de Vacas Girolando 2019 e do Anuário Leite 2019 – Embrapa Gado de Leite, dentre outros eventos.

Girolando Mulher- O grupo Girolando Mulher teve seu primeiro encontro na feira e reuniu mais de 60 produtoras rurais e profissionais do setor, vindas de várias regiões do Brasil. Durante o evento, elas puderam conhecer o dia a dia do trabalho da criadora de Girolando Magnólia Martins, da empresária Angela Ma e das especialistas do setor, a professora da UFV, Viviane Lirio, e a médica-veterinária e doutora em Reprodução Animal, Tatiane Tetzner. As participantes debateram sobre os desafios da mulher na pecuária leiteira. Também foi anunciado que, a partir de agora, as mulheres ganharão um espaço especial nos canais de comunicação da entidade e terão suas fotos e histórias divulgadas.

Competições- Com a participação das raças Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Guzerá e Jersey, a Megaleite teve quatro dias de disputas e quebra de recordes. O 30º Torneio Leiteiro Nacional de Girolando terminou com três novos recordes de produção. A vaca Girolando 1837 Ametista Mountfield Tannus bateu o recorde da categoria e sagrou-se Grande Campeã da Megaleite 2019. De propriedade de Délcio Vieira Tannus, ela produziu um total de 291,170 kg/leite e média de 97,057 kg/leite, superando o recorde anterior de 90,180kg/leite, que vinha desde a Megaleite 2016. Além de ser Grande Campeã de Produção, ela foi a Grande Campeã de Composição do Leite.

Outro recorde foi na categoria Novilha CCG 1/2 HOL + 1/2 GIR. Salobo Penelope III FIV produziu um total de 267,460 kg/leite, com média de 89,153 kg/leite, batendo o recorde anterior da Megaleite (86,020 kg/leite-2018) e o recorde nacional (87,952 kg/leite-2016). De propriedade de Hebert Lever José do Couto, Salobo conquistou o título de Campeã Novilha Geral.

A Novilha CCG 3/4 HOL+ 1/4 GIR, Naja Glenn Ann 0721 Sta Luzia, também foi recordista da sua categoria com uma produção total de 195,580 kg/leite e média de 65,193 kg/leite, superando o recorde anterior de 59,020 kg/leite. Naja pertence ao expositor Hebert Lever José do Couto. As raças Gir Leiteiro e Guzerá também tiveram torneios leiteiros e os resultados podem ser consultados nas respectivas associações de raça.

No julgamento, a qualidade dos animais impressionou o público e o trio de jurados Arthur Patrús, Claudio Aragon e Juscelino Ferreira. Na raça Girolando, o Grande Campeão foi Novake Octane Delib, do expositor Eugênio Deliberato Filho, e a Grande Campeã Aurora Gold Dust 585 TL da Querença, do expositor Rodrigo Lauar Lignani. Entre os animais da composição racial CCG 1/2HOL + 1/2GIR, a Grande Campeã foi Iage Sanchez Vilarejo 1880 FIV, do expositor Isaac Soares Aureliano/ Tandara Soares Aureliano. Já na composição racial CCG 3/4 HOL + 1/4 GIR o Grande Campeão foi Aquiles Expander FR Recreio, da expositora Mila de Carvalho Laurindo e Campos, e a Grande Campeã foi J.E.L.Rancho Grande Mr Orly FIV, do expositor Isaac Soares Aureliano/Tandara Soares Aureliano. Os resultados de todas as categorias estão disponíveis no site do vento (megaleite.girolando.com.br).

A Megaleite ainda contou com uma mostra inédita de animais CCG1/4HOL+ 3/4GIR, composição racial que passará a fazer parte do Ranking Nacional de Girolando 2019/2020.

Com os resultados da Megaleite, a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando encerrou o Ranking Nacional 2018/2019. A premiação dos vencedores do Ranking ocorreu no último dia da feira. O Melhor Criador/Expositor Geral foi Rodrigo Lauar Lignani. Também foram divulgados os vencedores dos Rankings Estaduais de Alagoas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Sergipe. O resultado completo dos Rankings pode ser acessado no site da Girolando (www.girolando.com.br).

As raças Gir Leiteiro, Holandês e Jersey também competiram na pista de julgamento e os resultados estão disponíveis nas respectivas associações de raça.

Dinheiro Rural