jul 1 2019

Indústria paulista já busca boi em praças vizinhas


Pressão de alta deve ditar mercado do boi gordo nesta semana

O preço do boi gordo deve seguir firme ao longo desta semana, principalmente pela maior demanda interna e por uma oferta de animais limitada, prevê nesta manhã de segunda-feira a Agrifatto.

Tradicionalmente, o pagamento de salários, no início de cada mês, aumenta o escoamento de carne bovina do atacado, pressionando as indústrias a comprar animais com maior avidez, informa a consultoria.

“A oferta de animais a pasto é cada vez menor, pelas piores condições das pastagens, e o volume de animais oriundos de confinamento ainda é restrito, pelo menos no curto prazo”, relata a Agrifatto.

Na última sexta-feira, o indicador Esalq/B3/Cepea ficou em R$ 156,85/@, alta de 1,6% ante o fechamento anterior.

Na B3, o contrato com vencimento para outubro/19 ficou estável na sexta-feira e fechou em R$ 164,15/@.

Indústria de SP vai buscar boi nas praças vizinhas

Alguns frigoríficos de São Paulo estão realizando compras de boiadas em praças próximas ao Estado, com o objetivo de consolidar as suas escalas de abate para esta semana e driblar a forte especulação altista no mercado paulista, relata boletim desta tarde de segunda-feira da Informa Economics FNP.

“Em geral, a oferta do animal em São Paulo continua restrita frente a um maior interesse pela compra das indústrias”, informa a consultoria.

Portal DBO