jun 5 2019

Os 118 anos da Esalq foram celebrados na cidade


Com homenagens e reflexões sobre seu idealizador, a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) completou 118 anos, esta semana. As repercussões continuam. A cerimônia realizada no Salão Nobre, autoridades políticas e acadêmicas, professores, servidores técnicos, estudantes e representantes do setor público e privado celebraram o legado de Luiz de Queiroz e a trajetória da Esalq, marcada pela tradição e pelo pioneirismo.

Representando o prefeito de Piracicaba, Barjas Negri (PSDB), o secretário municipal de Meio Ambiente de Piracicaba, José Otávio Machado Menten, parabenizou a comunidade esalqueana. “Os serviços relevantes prestados por essa comunidade são traduzidos em números brilhantes. A Esalq representa nossa cidade de maneira exemplar e assim como seu idealizador, continua gerando benefícios para Piracicaba”.

O vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes, lembrou da importância da universidade pública e destacou o Programa 'USP Municípios', que propõe relacionamento mais próximos com as cidades nas quais a USP está sediada. Para o diretor da Esalq, Durval Dourado Neto, os 118 anos da Instituição são uma trajetória de desafios.

“Esta escola já formou mais de 16 mil profissionais na Graduação e titulou mais de 10 mil mestres e doutores. Nossa tarefa é atender as demandas que o mundo moderno exige, transformando conhecimento em riqueza para o bem público. Nossa tarefa é árdua, porém gratificante”.

Da construção do legado aos herdeiros do sonho – para ilustrar o contexto histórico que marcou o surgimento da Esalq, o professor, Jacques Marcovitch, reitor da USP entre 1997 e 2001, discorreu sobre o tema “Da Construção do Legado aos Herdeiros do Sonho”.

Em sua fala, lembrou que o casal Luiz Vicente de Souza Queiroz e Ermelinda de Souza Queiroz se firmaram enquanto pioneiros em um período de incertezas. “Eles ergueram um patrimônio duradouro diante de adversidades e construíram um futuro amando o seu destino”.
Homenagens

A sessão de aniversário foi brindada culturalmente com apresentação do Coral Luiz de Queiroz e contou, também, com uma sessão de homenagens, prestadas aos 25 anos do Programa 'USP Recicla'; 35 anos do Museu e Centro de Ciências, Educação e Artes “Luiz de Queiroz”; 35 anos do Centro de Tecnologia da Informação “Luiz de Queiroz”; 50 anos de Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP); 75 anos da Revista Scientia Agrícola (Anais da Esalq); 85 anos da Universidade de São Paulo (USP); e 110 anos do Centro Acadêmica “Luiz de Queiroz”.

Demais tributos foram feitos aos registros históricos da Esalq, pelos 20 anos do Programa de Pós-Graduação em Recursos Florestais; 55 anos de implantação dos Programas de Pós-Graduação na Esalq e 55 anos de criação dos Programas de Pós-Graduação em Estatística e Experimentação Agronômica/Fitopatologia/Genética e Melhoramento de Plantas e Solos e Nutrição de Plantas.

Banco com Luiz de Queiroz

O Banco com o idealizador da Esalq é um projeto da gestão do professor, Luiz Gustavo Nussio, que culminou com a confecção de uma obra escultórica de Luiz de Queiroz, idealizada pelo professor, Antonio Roque Dechen, com projeto artístico e execução de Luiz Eduardo dos Santos, acompanhamento da historiadora Marly Therezinha Perecin, confeccionada pela Fundação Euclides Libardi e com apoio cultural da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz.

Gazeta de Piracicaba