mai 30 2019

JBS amplia frigorífico nos EUA


A JBS anunciou ontem, em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que está investindo US$ 95 milhões (quase R$ 380 milhões) para ampliar a unidade de produção de carne bovina em Grand Island, no Estado americano do Nebraska (EUA).

De acordo com a companhia brasileira, a ampliação será concluída até 2021. A unidade seguirá funcionando normalmente até lá, informou a JBS. A empresa não informou em quanto a capacidade será ampliada. Nos Estados Unidos, a companhia é uma das três maiores indústrias de carne bovina, ao lado das americanas Tyson Foods e Cargill.

"A expansão de quase 10.000 m2 e melhorias na fábrica irão posicionar a companhia para atender de forma sustentável a demanda de seus clientes e consumidores por produtos de carne bovina de maior qualidade e sabor nos Estados Unidos", afirmou o vice-presidente de finanças e de relações com investidores da JBS, Guilherme Cavalcanti, em nota.

De acordo com a empresa, a carne bovina produzida em Grand Island abastece o mercado americano e é exportada para países como Canadá, Chile, Coreia, Hong Kong, Japão, México e Singapura. Para a JBS, a operação de carne bovina nos EUA é a mais importante. A empresa também abate bovinos no Brasil, na Austrália e no Canadá.

Valor Econômico