mai 2 2018

Vacinação contra a aftosa: confirao calendário e orientações de aplicação


Nesta quarta, 02, o estúdio do Giro do Boi recebeu para entrevista o médico veterinário e coordenador do Grupo de Defesa Animal da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do estado de São Paulo, Hugo Leonardo Riani Costa. Ele falou sobre a campanha nacional de vacinação contra a febre aftosa, que foi oficialmente lançada na terça, 1º.

Costa chamou a atenção para a inversão do calendário para esta campanha. Enquanto em outros anos a primeira etapa obrigava a imunização de animais até 24 meses, em maio deste ano serão vacinados animais de mamando a caducando, enquanto na segunda campanha apenas o rebanho até 24 meses.

A mudança veio a pedido do setor produtivo, que observou um índice de até 16% de perda de prenhez em fêmeas inseminadas que haviam sido vacinadas durante a estação de monta, enquanto apenas 4% das matrizes não imunizadas apresentavam o mesmo problema.

Outra alteração pedida pelo setor produtivo para a campanha de vacinação é a redução da dose de 5 ml para 2 ml. No entanto, tal mudança, reforçou o veterinário, só ocorrerá a partir de 2019. Portanto, nesta primeira etapa de imunização e também na próxima, no segundo semestre, a dose correta de vacina contra aftosa por animal continua sendo de 5 ml.

Em conversa com o apresentador Mauro Sérgio Ortega, Hugo ainda ressaltou a importância do manejo correto na hora de vacinar o gado para garantir o efeito da vacina e também para não lesionar a carcaça dos animais, o que pode trazer prejuízos para o comércio de carne bovina.