abr 19 2018

Melhor resposta ao embargo europeu é apurar falhas no controle sanitário


Não adianta só protestar nos fóruns de comércio internacional contra a barreira imposta pela União Europeia à carne de frango de 20 frigoríficos brasileiros. A melhor resposta que o governo pode dar é apurar a falha no controle sanitário, revelada pela Operação Carne Fraca.

Barreiras sanitárias sempre foram uma forma de protecionismo. Mas desta vez os europeus têm um fato objetivo para restringir a compra de carne do Brasil. A operação revelou que grandes empresas compravam fiscais do Ministério da Agricultura responsáveis pelo controle sanitário de algumas unidades produtoras.

As investigações ajudam a proteger a saúde dos consumidores da carne brasileira, cujo maior mercado é exatamente o Brasil. O ministro Blairo Maggi, na primeira reação à Carne Fraca, abriu a fiscalização aos parceiros comerciais, trouxe representantes desses países para acompanhar as visitas aos frigoríficos. Essa é a melhor linha a seguir para reabrir os mercados. Acusar a União Europeia de protecionismo não trará os resultados esperados.

Fonte: O Globo