mar 20 2018

ABC apoiará estudo estratégico para o setor agropecuário


O Conselho do Agro decidiu promover a realização de um estudo estratégico que vai balizar propostas de politicas públicas para o setor agropecuário nos próximos governos. O documento servirá de referência não apenas para o próximo Presidente da República, a ser eleito este ano, mas será fundamental no planejamento das políticas de estado no médio e no longo prazo, com vistas a consolidar o Brasil como líder mundial na produção e exportação de produtos agropecuários.
O estudo será coordenado pelo ex-ministro da Agricultura e Coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas, Professor Roberto Rodrigues, que passou a integrar o Conselho do Agro em 2018, representando a classe acadêmica no colegiado. Rodrigues considera que o Brasil possui vocação natural para se transformar em campeão mundial de segurança alimentar e que o setor agropecuário deve ser contemplado com políticas adequadas para que possa se desenvolver de forma plena e gerar o máximo de benefícios para a sociedade e para o desenvolvimento do País.

Para alcançar o objetivo de tornar o Brasil campeão mundial de segurança alimentar, o estudo abordará cenários da economia mundial, contemplando metas para o setor agropecuário brasileiro nos próximos 10 anos, além de indicar as políticas que deverão ser implementadas nos campos de tecnologia, comércio exterior, defesa sanitária, infraestrutura, crédito rural, seguro e garantia de renda, gestão do agronegócio, política industrial, sustentabilidade, entre outros. A elaboração do estudo contará com a participação de técnicos e pesquisadores de diversas instituições públicas e privadas e com a realização de seminários e debates entre as entidades que compõem o Conselho do Agro. A previsão é que o estudo fique pronto até o mês de junho deste ano.

A proposta para a realização do estudo foi elaborada pela CNA, em conjunto com o Prof. Roberto Rodrigues, e submetida para discussão e aprovação do Conselho do Agro na reunião realizada no dia 15 de março último. A Associação Brasileira dos Criadores – ABC, que integra o Conselho do Agro, apoiará o projeto. O Presidente da ABC, Luiz Alberto Moreira Ferreira, considera que o estudo será uma importante ferramenta para o planejamento do desenvolvimento econômico e social brasileiro. Na visão dos idealizadores do projeto, o setor agropecuário precisa ser visto não apenas como um segmento produtivo que gera renda e superávits comerciais, mas como um setor com capacidade de alavancar o desenvolvimento econômico, com benefícios para toda a sociedade, e projetar o Brasil como um país ímpar para garantir a segurança alimentar e contribuir com a paz mundial.

Paulo Mustefaga, consultor da ABC em Brasília