mar 12 2018

Descarte de fêmeas deve aumentar nos próximos dias


O mercado do boi gordo encerrou a semana passada com lentidão nos preços. Ao contrário do esperado para um início de mês, a reposição do atacado vem deixando a desejar, fato que indica uma venda fraca no varejo.

De acordo com a consultoria XP Investimentos, o problema maior não está nos volumes comercializados, que são medianos, mas sim no nível de preços praticado. São comuns os comentários de que qualquer avanço nas referências, tanto de carne com osso quanto desossada, fazem a comercialização parar.

De maneira geral, este fato encolhe a margem de operação das indústrias e as reclamações são cada vez mais frequentes. Parte destes comenta que, diante da falta de apetite na ponta final, a única maneira de recuperar as margens operacionais seria pagar menos pela arroba.

Com as escalas prontas para esta semana, boa parte dos balcões de compra dos frigoríficos testam preços menores. Cientes da pressão, pecuaristas dificultam as vendas e entregam apenas lotes pingados, ainda assim suficientes para um ambiente confortável.

A Scot Consultoria alerta que há uma expectativa de aumento no volume de fêmeas ofertadas devido ao descarte sazonal neste período do ano.

Fonte: Canal Rural