set 16 2017

Ponderações para o boi gordo no último trimestre de 2017


O cenário de pressão de baixa tem se mantido para o boi gordo. Embora a oferta não esteja abundante, o escoamento calmo permite que as indústrias trabalhem com compras lentas e testes.

O fato de observarmos uma quantidade importante de frigoríficos fora das compras no meio da semana ilustra tanto a relutância em tomar uma posição, quanto a inexistência de urgência para isto.

A atratividade do confinamento, em geral, foi retomada a partir das altas dos preços futuros iniciadas em meados de julho, ou seja, o gado de confinamento que está saindo atualmente é o que entrou no cocho em um cenário menos atrativo. A tendência é que a oferta aumente com o avançar de outubro.

Por outro lado, mesmo com preços melhores no futuro em alguns momentos, é possível que esta melhoria de oferta em outubro e novembro não seja tão expressiva, em razão do receio do confinador com o ano turbulento.

O último trimestre tipicamente traz melhoria de consumo. A associação da sazonalidade aos indícios de melhoria da situação econômica podem colaborar com a retomada da firmeza para as cotações do boi gordo nos próximos meses.

Hyberville Neto
médico veterinário, msc.

Scot Consultoria